Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009

It's Christmas

Sabem que dia é hoje? É o dia que antecede a véspera de Natal. Em minha casa toda a gente está ocupada com os preparativos para a noite mais especial do ano. A minha avó, com o seu avental bem apertado, colocou o bacalhau de molho e começou a preparar o polvo (porque aqui em casa, não é tradição comermos peru). O meu avô está encarregue de arranjar o quintal e colher alguns legumes para acompanhar o bacalhau. A minha mãe, dirigiu-se ao shopping center e está a fazer as últimas compras. O meu pai, está a arrumar a casa (embora, deixem que vos diga, com um pouco de preguiça). Por fim, eu estou a procurar aprender a tocar alguma música de Natal no meu piano, a etiquetar os presentes com aqueles autocolantes que dizem “From” e “To” e a preenche-los segundo a lista que a minha mãe me deixou. Durante a tarde, e o dia de amanhã, vamos cozinhar. Não poderão faltar filhós, aletria, tronco de Natal, rabanadas, mousse de chocolate, leite-creme, bolo de bolacha, entre outros. Como vêem, hoje e amanhã serão dias extremamente ocupados.

 

Quanto aos presentes, tendo em conta que recebi o meu piano, duvido receber muitos mais. Vou receber uma prenda de uma amiga da minha mãe, outras duas do meu padrinho (segundo fontes fiáveis – a minha prima), outra da minha tia Júlia (já andei a analisar o embrulho, e tenho a certeza que é um livro), outra dos meus tios Pedro e Lígia, uma da funcionária do escritório da minha mãe e o habitual dinheiro da parte dos meus avós.

 

Hoje chega a minha família: os meus tios e primos, o meu tio-avô que vem do estrangeiro, os meus avós e ainda o meu padrinho. Sim, vai ser super-divertido passar tempo com os adultos e ainda por cima ter que falar Inglês com todos os meus erros. Vêem, eu consigo ser irónica quando quero.

 

Amanhã à noite, e porque provavelmente amanhã não farei nenhum post, iremos jantar todos juntos, em minha casa, na sala de jantar. A mesa estará decorada com motivos natalícios e haverá ainda outra mais pequena, que suportará as sobremesas. Enquanto jantamos, o meu padrinho vai pedir-nos para desligar a televisão, e vão-se formar conversas paralelas (eu vou-me sentar bem perto dos meus primos. Sendo que eles são bebés, não têm tanto que falar como os adultos. Dispenso os comentários: “Ai, a tua carinha é tão redondinha. Parece uma bolachinha.”, “Estás tão alta, Filipinha. Deste um pulo desde a última vez que te vi.”, “Então namorados? Ouvi dizer que são às resmas.”, ou ainda da parte do meu tio do estrangeiro “Vamos lá falar um bocadinho de Inglês, para eu ver como isso anda.”). Depois ao lado da mesa, o meu pinheiro lindo, fantástico com prendas que vão até à porta e até ao tecto (sem exagero. Somos uma família muito dada ao consumismo). Às nove horas da noite, depois de jantar, as crianças vão começar a reclamar pelos presentes e a minha mãe, enfadada, vai vestir o fato de Pai-Natal que lhe fica muito largo, fazer uma voz grossa e distribuir os presentes. Depois, os meus primos vão começar a dizer: “É a Tia Lininha. O Pai Natal é a Tia Lininha.” e a minha mãe vai inventar desculpas esfarrapadas, convencendo-os que é mesmo o Pai Natal. À meia-noite, vou à missa do Galo porque me recuso a levantar no dia 25 de manhã e, quando voltar para casa, vou directamente para a cama.

 

Meu Deus, com este relato até parecia que eu não gosto do Natal. Mas gosto muito. Tirando a parte do consumismo. Detesto isso! Antes de começarmos a jantar, vou explicar ao Tiago e à Inês (dois e três anos, respectivamente) o que é o Natal e o Tiaguinho vai olhar para mim e dizer: “O Menino Jesus não é aquele senhor que está na igreja? Mas ele não é bebé, Filipa.”. E eu vou explicar-lhe novamente, tentando omitir partes demasiado complexas para a cabecinha dele. Enfim … a Raquel não vai passar cá o Natal e não tenho uma lareira, por isso este ano vai ser tudo uma seca.

 

Sinto-me: Tradicional
Música: Supermassive Black Hole - Muse
Escrito e Publicado por Filipa às 11:20
Link do Post | Incentivar | Adicionar aos Favoritos
Incentivos:
De S a 8 de Janeiro de 2010 às 13:31
Eu só ainda li dela era uma vez um sonho e Mentiras e Traições, adorei ambos...
O teu Natal parece giro =)
De Catherine a 23 de Dezembro de 2009 às 14:41
nisso tens razão. independentemente de qual for o final, é sempre uma bela história :)

não tens nada que agradecer ! gosto muito do teu blog :b

beijinho
De Catherine a 23 de Dezembro de 2009 às 13:43
feliz natal ! (antecipadinho, ahah).
pois, eu também não gosto nada do consumismo. é óbvio que adoro receber e oferecer prendas mas, sinceramente, aquelas que sei que eu ou a pessoa realmente queremos. de que serve à última da hora comprar uma prenda sem qualquer tipo de valor, só para se dizer: 'eu dei uma prenda !' ? brrhh.
boa sorte a explicar aos teus primos o verdadeiro significado do Natal :b (com a idade deles abria as prendas por volta das 21h/22h xD)

beijinho
De Diiane a 23 de Dezembro de 2009 às 12:57
Acalma-te rapariga!
Foi só um comentario'zito!
Es sei bem que nao teides nada, e tu sabes que eu gosto de gozar com a situação!
Ele nunca vai saber que o blog é teu! E se descobrir, quem fez o comentario foi EU!
Acalma-te lá, sweet! xD
De Diiane a 23 de Dezembro de 2009 às 12:39
Oh minha FIlipinha

Aqueles comentarios do Paulo ao teu perfil , mataram-me!

Diz-lá que ele não é um fofo...

E

um PÃO *.* Aquelas fotos! xD

Beijinos
De Diiane a 23 de Dezembro de 2009 às 11:59
“Então namorados? Ouvi dizer que são às resmas.” E dpeois sou eu que tenho imaginação?

Tu devias apreciar a minha querida imaginaçao! *.*

Até que ri em algumas partes do teu post.

Bom Natal, Fi!

Joekas

Incentivar

♫ Mais Sobre Mim

♫ Pesquisar

 

Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

♫ Último Post

1 - Questionando a Minha ...

♫ Arquivo

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

tags

todas as tags

Subscrever feeds